Noticias

RMVale tem aumento no número de novas empresas em 2021

Dados da Jucesp mostram saldo positivo de novas empresas na região, com média acima da abertura do ano passado

Escrito por ACISJC

19 ABR 2021 - 12H50

50883882913_54e40ed521_o-1369140

O Vale do Paraíba tem saldo positivo de abertura de novas empresas no primeiro trimestre deste ano, com 1.011 novos negócios. O resultado é fruto de 2.298 aberturas e 1.287 fechamentos, segundo a Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo).

A média é de 337 empresas abertas por mês, acima da média de 2020, de 312 novos negócios por mês --8.599 aberturas e 4.854 fechamentos, saldo de 3.745.

Em 2019, foram 9.017 aberturas e 5.436 encerramentos, saldo de 3.581 e média de 298 novas empresas por mês, abaixo de 2021 e do ano passado, ambos afetados pela pandemia do coronavírus.

Oficinas para reparação de carros e motos foram os negócios que mais prosperaram neste ano, com 25,8% da abertura de novas empresas. Mas também foram os que mais fecharam, com 41,8% entre os negócios encerrados.

Com saldo positivo, aparecem ainda atividades científicas e técnicas (14,7%), atividades administrativas (10,9%) e negócios na área de saúde e serviço social (10,4%).

Depois das oficinas, as empresas que mais fecharam foram no ramo de alojamento e alimentação (12%), atividades administrativas (10%) e atividades científicas (7%).

"Existem diversas causas para isso", disse Eliane Maia, presidente da ACI (Associação Comercial e Industrial) de São José dos Campos.

"Uma delas é que diversos projetos individuais, de abrir um novo negócio, estão sendo colocados em prática. São pessoas que acabaram desligadas do seu trabalho formal. Também estão nascendo novos modelos de negócio nesse período, amparados na tecnologia digital".

Micro e pequenas empresas crescem 16%em ano da pandemia, diz Receita Federal

As micro e pequenas empresas também cresceram no ano da pandemia. No Vale, os negócios optantes pelo simples nacional, segundo a Receita Federal, passaram de 206,3 mil no final de 2019 para 241 mil um ano depois, 16,77% de aumento. Para Eliane Maia, presidente da ACI São José, o saldo positivo de empresas reflete na "contratação de mão-de-obra e na geração de emprego e renda".

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por ACISJC, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.