Por ACISJC Em Eventos Atualizada em 07 AGO 2019 - 09H52

Fórum debate compliance em São José

A intenção do evento é estimular a cultura do compliance entre as empresas da cidade e da Região Metropolitana do Vale do Paraíba.

A Associação Comercial de Industrial de São José dos Campos realiza, na próxima sexta-feira (2 de agosto), o fórum “Compliance, Transformando a Sociedade”, com a presença do ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), do professor Carlos Braga, ex-diretor do Banco Mundial, e do empresário Cristiano Kruel, um especialista em programas de inovação.



A intenção do evento é estimular a cultura do compliance entre as empresas da cidade e da Região Metropolitana do Vale do Paraíba.

Professor e jurista, o ministro Luís Roberto Barroso ministrará palestra sobre o tema “Cidadania”. O ministro estará ao lado de dois especialistas em compliance: Carlos Braga, professor associado da Fundação Dom Cabral, ex-diretor de Política Econômica e Dívida do Banco Mundial; e Cristiano Kruel, empresário, Head of Intelligence & Innovation da StarSe. Braga falará sobre “Importância Econômica de Sistemas de Compliance”. Kruel, por sua vez, ministrará palestra sobre “A Era da Transformação”.

O fórum “Compliance, Transformando a Sociedade” acontece das 14h30 às 18h30, no Auditório do Hyde Park, no Jardim Aquarius, zona oeste de São José dos Campos. O evento é restrito a convidados e tem patrocínio da Vinac Veículos e do escritório Soares Picon Advogados. O fórum tem também apoio da Prefeitura de São José dos Campos, Câmara de São José dos Campos, Embraer, General Motors do Brasil, Johnson & Johnson e Grupo São Francisco Odonto.

O evento faz parte de um projeto amplo da ACI de São José dos Campos. Após a realização do fórum, o próximo passo será a criação de uma política de compliance para a própria ACI, entidade de 84 anos e que representa mais de 32 mil empresas da indústria, do comércio e do setor de serviços da cidade. Esse projeto pretende incentivar a cultura do compliance – por definição clássica, conjunto de disciplinas a fim de cumprir e se fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio e para as atividades da instituição ou empresa, bem como evitar, detectar e tratar quaisquer desvios ou inconformidades que possam ocorrer.

-- Vamos plantar uma boa semente, tornando a ACI um polo difusor da cultura da compliance. Nossa intenção é obter, cada vez mais, a adesão das empresas privadas e do setor público a essa bandeira, tornando São José dos Campos um exemplo de ética, transparência e conformidade tanto nos negócios quanto na esfera pública – disse o presidente da ACI, Humberto Dutra.

Para o advogado Tarcísio Soares, sócio-proprietário do Soares Picon Associados, o momento pelo qual atravessam o país e o mundo gera a necessidade de uma mudança de visão não apenas no Direito, mas também nas relações na sociedade.

-- A transformação da sociedade e o avanço tecnológico abriram a possibilidade de mudanças de rota. O compliance é uma ferramenta para isso. Mas, para atingirmos esse mundo de conformidade com a ética e a lei, é imprescindível sair do mundo jurídico e reinterpretar as relações e interações entre as pessoas, os negócios e o próprio Direito. O fórum é uma oportunidade ímpar para isso – disse.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por ACISJC, em Eventos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.