Por ACISJC Em Noticias

Cidades do Vale sobem no ranking paulista de emprego, revela Caged

Mais da metade dos municípios do Vale do Paraíba que participam do levantamento estadual sobre a geração de emprego melhoraram de posição em abril, na comparação com março; São José e Taubaté estão no 'Top 100'

Mais da metade das cidades da Região Metropolitana do Vale do Paraíba incluídas no ranking paulista do emprego subiram de posição em abril na comparação com março.

Dos 25 municípios do Vale ranqueados, 14 deles (o equivalente a 56%) melhoraram o saldo de emprego em abril e ganharam posições na lista.

O ranking compara a geração de novos postos de trabalho nas 370 cidades de São Paulo com mais de 10 mil habitantes. Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

Por outro lado, a crise ainda faz estragos e apenas duas cidades da região --São José dos Campos e Taubaté-- estão entre as 100 que mais geraram emprego no território paulista, em abril. Em fevereiro, o Vale tinha quatro municípios no Top 100, número que chegou ao recorde de 10 em novembro do ano passado.

MUNICÍPIOS.

São José foi a cidade do Vale que mais ganhou posição no ranking de abril, passando do 322º lugar de março para o 22º, com 508 empregos abertos no mês.

Taubaté subiu 41 colocações e ficou na 84ª posição em abril, com saldo de 143 vagas no mercado de trabalho. Em março, a cidade ocupava o 125º lugar do ranking estadual.

Outros seis municípios do Vale ficaram entre as posições 100 e 200 do ranking nacional, com destaque para Campos do Jordão (115º lugar / 92 empregos gerados), Pindamonhangaba (124º / 86) e São Luiz do Paraitinga (143º / 65).

A segunda cidade da região que mais cresceu na listagem paulista foi Caraguatatuba, subindo 208 posições. O município saiu do 359º lugar em março para o 151º de abril, com 58 novos postos de trabalho.

Guará, Ubatuba e São Sebastião despencam na tabela em abril

Guaratinguetá foi a cidade do Vale do Paraíba que mais perdeu posições no ranking paulista do emprego em abril, caindo 285 colocações na comparação com o resultado de março. A cidade ocupou o 348º lugar da lista em abril, com 87 empregos perdidos no mês, segundo dados do Caged.

Duas cidades do Litoral Norte estão abaixo de Guaratinguetá no ranking estadual.

Ubatuba ficou na 352ª colocação da lista estadual, com o fechamento de 100 postos de trabalho em abril. São Sebastião foi ainda pior. Ocupou o 354º lugar do ranking com a perda de 109 empregos no mês.

Fonte: OVALE

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por ACISJC, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.