Por ACISJC Em Brasil

Governo de SP suspende protesto de dívidas por 90 dias

Medida atinge cerca de 100 mil débitos que não serão protestados pelo Estado pelo período de três meses a partir de de abril

O Governador João Doria anunciou nesta quinta-feira (19) que pessoas físicas e empresas terão prazo estendido de 90 dias antes do protesto de dívidas Procuradoria Geral do Estado.

A medida entra em vigor no próximo dia 1. O anúncio tem objetivo de combater o impacto econômico do coronavírus (COVID-19).

“Estamos suspendendo protestos das pessoas físicas e jurídicas, devedores do Estado, pelo prazo de 90 dias, a partir de 1 de abril. Isto melhora, e por sensibilidade, permite que as pessoas possam destinar recursos e renda para esse momento difícil de transposição da crise do coronavírus”, disse Doria.

Mensalmente, o Governo de São Paulo envia cerca de 100 mil débitos por mês para protesto. Atualmente, a Dívida Ativa estadual está em R$ 331,8 bilhões.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por ACISJC, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.