Noticias

São José dos Campos adere a consórcio de municípios para compra de vacinas contra a Covid

Escrito por ACISJC

02 MAR 2021 - 11H13

clas9046

A Prefeitura de São José dos Campos aderiu ao consórcio de municípios para compra de vacinas contra a Covid-19. O movimento liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) reuniu gestores de várias cidades para, em conjunto, adquirirem doses para a imunização da população.

A ideia do projeto é constituir um consórcio público para aquisição de vacinas, medicamentos, insumos e equipamentos para o enfrentamento da Covid-19 diretamente para os municípios. A maior preocupação é com a aquisição de doses de vacina, caso o Plano Nacional de Imunização, do governo federal, não consiga suprir a demanda existente.

A formação do consórcio ocorre em meio ao aumento dos casos de Covid-19 no Brasil. Após assinar o interesse de entrada, as cidades têm 15 dias para aprovar um projeto de lei nas Câmaras municipais que autorizam a adesão ao consórcio público.

Somente após a constituição legal, com a criação de um CNPJ e a escolha de diretoria, o consórcio estaria apto a fazer a compra de vacinas. O prazo para as adesões encerra nesta sexta-feira (5) e qualquer município pode manifestar interesse.

Até a manhã de terça-feira (2), a Secretaria de Saúde de São José dos Campos já havia aplicado 44,7 mil doses da vacina, sendo que cerca de 9,5 mil pessoas já haviam sido imunizadas com a segunda dose.

Jacareí

Jacareí também confirmou que aderiu ao consórcio para a aquisição de vacinas. A assinatura do interesse aconteceu na manhã desta terça-feira (2).

Além de São José dos Campos e Jacareí, o G1 apurou que Bragança Paulista também assinou interesse em participar da compra. A reportagem procurou a prefeitura, mas aguardava o retorno até a publicação.

Verba

De acordo com a FNP, a primeira opção do consórcio é a utilização de recursos do governo federal para compra de vacinas. Mas também há possibilidade de transferências de recursos por organismos internacionais, participação da iniciativa privada ou mesmo a compra via cota dos municípios serão discutidas.

O projeto que está no Senado para a criação do consórcio prevê que os municípios ainda comprem com verba própria o imunizante, mas depois sejam ressarcidos pelo governo federal.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por ACISJC, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.