Por ACISJC Em Mercado

Impostômetro: Vale paga R$ 967 milhões em tributos em quatro meses

Você pode acompanhar, em tempo real, a arrecadação de impostos em São José dos Campos, no Estado e no Brasil no Impostômetro da ACI, instalado na fachada de nossa sede, no centro da cidade.

A RMVale alcançou nesta quinta-feira o montante de R$ 967,2 milhões pagos em impostos neste ano pelos cidadãos da região.

Trata-se de um aumento de 10% na comparação com o valor apurado nos quatro primeiros meses do ano passado, de R$ 880 milhões.

O aumento na região é superior ao registrado no país e no estado. De janeiro a 2 de maio deste ano, o Brasil acumula R$ 864,3 bilhões pagos em impostos, alta de 5,87% frente ao valor do ano passado, de R$ 816,4 bilhões.

LEIA MAIS: Guedes reafirma que não há proposta de aumento de impostos

LEIA MAIS: ACI inaugura impostômetro no centro de São José

No estado de São Paulo o crescimento foi de 5,9%, passando de R$ 301,6 bilhões de janeiro a 2 de maio de 2018 para R$ 319,5 bilhões, no mesmo intervalo deste ano.

O levantamento é feito diariamente pelo Impostômetro, ferramenta da Associação Comercial de São Paulo que apura a arrecadação de impostos desde o início do ano.

O valor representa o total de tributos federais, estaduais e municipais, incluindo taxas, contribuições e impostos, pagos pela população.

CIDADES.

No Vale, 30 cidades tiveram aumento dos impostos acima do percentual estadual e nacional, com recorde de 15,59% em Tremembé, passando de R$ 11,1 milhões para R$ 12,8 milhões.

Segunda cidade que mais arrecadou impostos de janeiro a 2 de maio de 2019, com R$ 130,7 milhões, São Sebastião foi a terceira com maior percentual de aumento na comparação com 2018, registrando alta de 13,52%. No ano passado, os impostos na cidade chegaram a R$ 115,1 milhões até maio.

Seis municípios do Vale tiveram alta nos impostos abaixo do percentual estadual, entre 5,8% e 1%, e outras três cidades anotaram queda da arrecadação neste ano.

Na região, 10 cidades respondem por 90% da arrecadação de impostos durante o ano

Dez cidades da RMVale foram responsáveis por 90% da arrecadação de impostos na região neste ano, de janeiro a 2 de maio, acumulando um montante de R$ 863,1 milhões.

A lista vai de São José (R$ 300,9 milhões) a Campos do Jordão (R$ 26 milhões), incluindo São Sebastião (R$ 130,7 milhões), Taubaté (R$ 125,9 milhões) e Jacareí (R$ 80,9 milhões). Contando com Caraguatatuba (R$ 62,5 milhões), as cinco primeiras cidades do ranking regional dos impostos responderam por 72% da arrecadação do Vale em 2019, somando R$ 701,2 milhões.

Por outro lado, as cidades que menos pagaram impostos foram Arapeí (R$ 93 mil), Monteiro Lobato (R$ 274 mil) e Areias (R$ 336 mil).

Com R$ 300 milhões no ano, São José paga mais impostos do que 13 capitais

Campeã de arrecadação de impostos na RMVale, São José dos Campos alcançou R$ 300,9 milhões em quatro meses deste ano, representando um aumento de 8,86% ante o montante do mesmo período de 2018, com R$ 276,4 milhões. Com isso, os mais de 700 mil habitantes de São José pagaram mais impostos neste ano do que em 13 capitais brasileiras, superando cidades como Cuiabá (MT), Vitória (ES) e João Pessoa (PB). No ranking estadual, São José é a 10ª cidade que mais arrecadou impostos. As campeãs são a capital (R$ 10,9 bilhões) e Campinas (R$ 791 milhões).

Matéria: Xandu Alves@xandualves10 | @xandualves10

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por ACISJC, em Mercado

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.